Dicas: Tipos de ação sobre o hospedeiro: (Parte 2)

Posted on

Parasito Acidental: são parasitas que acidentalmente vive em um hospedeiro que não é usual, por exemplo: parasita Dipylidium caninum.

(Carrapato = ectoparasita) Ação Espoliativa: os parasitas absorvem nutrientes e sangue do hospedeiro. Ação Enzimática: os parasitas produzem enzimas que furam e dissolvem partes do corpo do hospedeiro. Ação Irritativa: sem causar lesões traumáticas, os parasitas causam irritação no local parasitado, prejudicando o hospedeiro. Ação Mecânica: os parasitas podem interferir o fluxo alimentar e a absorção de alimentos do hospedeiro. Ação Tóxica: os parasitas produzem substâncias como enzimas ou metabólitos que podem ser tóxicas e lesar o hospedeiro. Ação Traumática: são lesões provocadas pelos parasitas no corpo do hospedeiro, geralmente por vermes, formas larvárias e protozoários. Hospedeiro Definitivo: quando o parasita está abrigado em sua forma adulta ou em fase reprodutiva, onde ocorre reprodução sexuada. Relações parasito-hospedeiro Os parasitos que causam distúrbios no organismo podem fazê-lo: *Ação mecânica *Ação obstrutiva *Ação tóxica, devido aos produtos de seu metabolismo ou de algum simbionte associado ao parasito. Patogenia: -intestino: ação mecânica, ação irritativa (vermes produzem pequenas erosões na mucosa), ação tóxica, ação espoliativa (prurido anal.

Tipos de ação sobre o hospedeiro:

  • Inibindo a síntese das proteínas da célula afetada;
  • Produzindo perda de liquido no intestino;
  • Interferindo na ação do sistema nervoso (neurotoxinas);
  • Provocando a lise da célula afetada, causando efeitos vasculares.

Janine fernandes ação dos parasitos sobre o hospedeiro •ação espoliativa: quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro ex.

Funcionalmente simplificada grande aptidão na captação de aminoácidos e síntese protéica (ação espoliativa do hospedeiro. Ação dos parasitos sobre o hospedeiro ação espoliativa: quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro. A ação dos parasitas no hospedeiro pode se processar de várias formas são elas: ação espoliativa, que ocorre quando o parasita absorve nutrientes e até mesmo. Ação dos parasitos sobre o hospedeiro •ação espoliativa: –absorção dos nutrientes ex: ancilostomídeos. Ação espoliativa quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro, podem deixar pontos hemorrágicos na mucosa quando abandonam o local de sucção. Ação espoliativa: os parasitas absorvem nutrientes e sangue do hospedeiro ação enzimática: os parasitas produzem enzimas que furam e dissolvem partes do corpo. Ação espoliativa é quando o parasito absorve nutrientes ou até mesmo o sangue do hospedeiro exemplo: ancylostomatidae ancylostomatidae: ação tóxica. Ação espoliativa quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro é o caso dos ancylostomatidae, que ingerem sangue da mucosa intestinal. Açáo espoliativa quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro é o caso dos ancylostomatidae com sua ação enzimática.

Mecanismos de Ação do Parasito sobre o Hospedeiro

  • Ação Espoliadora;
  • Ação Tóxica;
  • Ação Mecânica;
  • Localizações Ectópicas;

Slide 1: 6 ações dos parasitos sobre hospedeiro 61 ação espoliativa 62 ação tóxica o parasita absorve nutrientes ou sangue do hospedeiro.

O boophilus microplus causa muitos prejuízos pela ação espoliativa de ingestão de sangue, por lesões na pele [show full abstract] read more article. Ciclo a tênia adulta aloja-se no intestino delgado do ser humano onde desnvolve uma ação espoliativa o indivíduo parasitado pode apresentar alterações de. A – ação espoliativa – esta ação se caracteriza pela absorção de nutrientes e algumas vezes até sangue do hospedeiro ex. - Ação mecânica: podem interferir no fluxo alimentar e na absorção dos alimentos; - Ação tóxica: produzem substancias que podem ser toxicas para o hospedeiro; Nenhum parasito, no sentido estrito, produz uma exotoxina como ocorre nas infecções bactérias, com ação tóxica difusa a distância. Quando o agente infeccioso penetra, multiplica-se ou desenvolve-se no hospedeiro, sem causa danos nem manifestações clínicas, considera-se a infecção subclínica, inaparente ou assintomática. Outras vezes, porém, por ação mecânica, por toxinas, por reação inflamatória ou hipersensibilidade ocorre o conflito parasito-hospedeiro, com destruição tissular e manifestações clínicas e patológicas, caracterizando a doença infecciosa. Quando o ciclo evolutivo abrange mais de um hospedeiro, o parasito é denominado heteróxeno.

  • AÇÃO DOS PARASITAS SOBRE O HOSPEDEIRO

A ação parasitária produz no hospedeiro danos de tipos diversos.

VetvermPlus -apresenta grande espetro de ação, rápida e excelente difusão tecidular (brônquios e pulmões) e eficácia sobre formas adultas e larvares dos parasitas. Pela ação mecânica e irritativa podem levar a enterite (inflamação no ceco), apendicite, vaginite (colpite), proctite (inflamação no reto) e diarréia. Ciclo evolutivo: Heteroxênico Transmissão: Ingestão de ovos Patogenia e quadro clinico: Localizações mais freqüentes dos cistos hidáticos: - fígado 70%, pulmões 30%, músculos 6%, baço 2 %, cérebro 1% e ossos 1%. Patogenia: Ação mecânica. A parede do cisto é resistente e elástica e isola os bradizoítos da ação do sistema imunológico do hospedeiro. AÇÃO DOS PARASITAS SOBRE O HOSPEDEIRO Ação espoliativa: Quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro. Ação tóxica: Algumas espécies produzem enzimas ou metabólitos que podem lesar o hospedeiro. Ação mecânica: Algumas espécies podem impedir os fluxos dos alimentos, bile ou absorção alimentar. Ação traumática: É provocada principalmente por formas larvárias de helmintos, embora vermes adultos e protozoários também sejam capazes de fazê-lo.

Ação irritativa: deve-se a presença constante do parasito que, sem produzir lesões traumáticas, irrita o local parasitado.

Ação enzimática: É o que ocorre na penetração da cercaria de S. mansoni na pele, a ação da Entamoeba hystolitica para lesar o epitélio intestinal para obter alimentos assimiláveis. uma tendência de haver um equilíbrio entre a ação do parasito e a capacidade parasito absorve nutrientes ou mesmo sangue do hospedeiro, podem deixar pontos Independente da ação, ou do tipo da parasito o organismo desenvolverá Isso acontece pelo fato de que se o parasito matar o hospedeiro, ele também morre. COMO AGEM OS PARASITAS NO ORGANISMO Um parasito pode causar prejuízos ao hospedeiro por formas de ação conforme as listadas a seguir. Esta relação ocorre quando o parasita (animal ou planta) retira nutrientes de outro ser e pode até levar a morte do hospedeiro com o passar do tempo. Exemplos Quanto aos parasitas, podem ser classificados desta forma: – Ectoparasitas: vivem externamente no corpo do hospedeiro. Os parasitas podem absorver nutrientes e sangue (ação espoliativa) ou produzir enzimas que furam e dissolvem partes do hospedeiro (ação enzimática).

Autoria: Jeniffer Elaina da Silva Nem sempre a presença de um parasito em um hospedeiro indica que está havendo ação patogência do mesmo.

Em geral, os distúrbios que ocorrem são de pequena monta, pois há uma tendência de haver um equilíbrio entre a ação do parasito e a capacidade de resistência do hospedeiro. AÇÃO TRAUMÁTICA Os tecidos do organismo têm características próprias de coesão, devido à composição de suas células, bem como ao tipo e quantidade de substâncias conectivas que as mantêm unidas. Ela ocorre, normalmente, por uma ação traumática, todavia lesões podem ocorrer também por ações de origem química ou outras. Quando alguns parasitos produzem enzimas ou metabólitos Esta ação impede o funcionamento dos ógãos, pelo fato de formarem um bolo alimentar. Parasito Obrigatório: Esse tipo de parasita não consegue sobreviver fora do hospedeiro, os vírus são um exemplo desse tipo. Ação Espoliativa – Através desse tipo de ação os parasitas absorvem nutrientes e também sangue do seu hospedeiro. Ação Enzimática – Esse tipo de ação consiste em produzir enzimas que furam e dissolvem partes do corpo do hospedeiro. Ação Irritativa – Os parasitas causam um tipo de irritação no local que foi parasitado prejudicando o hospedeiro, porém, sem causar lesões traumáticas. Ação Mecânica – Isso acontece quando os parasitas interferem no fluxo alimentar e também de absorção de alimentos do seu hospedeiro. Ação Tóxica – Isso acontece quando os parasitas produzem substâncias tóxicas como enzimas, por exemplo, ou mesmo metabólitos que podem ser tóxicos e causar lesões ao seu hospedeiro. Ação traumática – Causam lesões no corpo do seu hospedeiro, em geral isso acontece em parasitismo causado por vermes, protozoários e larvárias. Anóxia – Esse tipo de ação acontece quando os parasitas consomem oxigênio presente nas hemoglobinas do hospedeiro, isso pode chegar a causar anemias. AÇÕES QUE O PARASITA CAUSA SOBRE O HOSPEDEIRO: – Mecânica: ações de forma mecânica ou obstrutiva, compressiva, traumática e causam danos ao hospedeiro. Ex: Filariose; Antropozoonose Doença primária de animais, que pode ser transmitida ao homem, Exemplo: brucelose, na qual o homem é um hospedeiro acidental. Ação espoliativa: quando o parasito absorve nutrientes ou mesmo o sangue do hospedeiro.Ex. Ação Mecânica: algumas espécies podem impedir o fluxo de alimento, bile ou absorção alimentar. Ação Irritativa: deve-se a presença constante do parasito, sem produzir lesão e traumáticas, irrita o local parasitado. Vetor: É qualquer ser vivo que pode transmitir o parasita para um hospedeiro Agente etiológico: É o agente causador ou responsável pela origem da doença.