Dicas: Controle por predadores x controle por parasitas

Posted on

O barbeiro é o vetor da Doença de Chagas, sendo um inseto de rotinas noturnas.

Hospedeiro Definitivo: quando o parasita está abrigado em sua forma adulta ou em fase reprodutiva, onde ocorre reprodução sexuada. O vetor da leishmaniose cutânea é um inseto do gênero Lutzomyia, popularmente conhecido como mosquito-palha ou birigui. Agentes causadores A leishmânia é transmitida ao homem (e também a outras espécies de mamíferos) por insetos vetores ou transmissores, conhecidos como flebotomíneos. flagelada ou promastigota, encontrada no tubo digestivo do inseto vetor e outra aflagelada A maneira passiva ocorre quando o vetor não é infetado pelo agente infetante, mas causa a infecção de outra espécie de organismo. [Biologia] Ser vivo com capacidade para transmitir parasitas, bactérias ou vírus a outro ser ou organismo: o Aedes aegypti é um vetor de doenças. [Física] Grandeza física representada por um vetor, sendo o sentido da trajetória definido pela ordem das letras que designam o vetor: AB.Sistema de vetores. Conjunto de um número finito de vetores móveis sobre sua linha de ação.Etimologia (origem da palavra vetor). Os mosquitos são os vetores de doença mais conhecidos.

CONTROLE DO VETOR

  • Quanto ao tropismo pelo hospedeiro:

vetor Vector ou Vetor é todo ser vivo invertebrado capaz de transmitir de forma ativa (estando ele mesmo infectado) ou passiva um agente infectante (parasita, protozoário, bactéria ou vírus).

Os elementos básicos da cadeia de transmissão das infecções parasitárias são o hospedeiro, o agente infeccioso e o meio ambiente. Hospedeiro: Em uma cadeia de transmissão, o hospedeiro pode ser o homem ou um animal, sempre exposto ao parasito ou ao vetor transmissor. Meio ambiente: É o espaço constituído pelos fatores físicos, químicos e biológicos, cujo intermédio são influenciados o parasito e o hospedeiro. A malária esteve presente em ambos insetos vetores e hospedeiro vertebrado em meados do Cretáceo (entre 66 milhões a 145 milhões de anos atrás). O vetor da doença de Chagas é o barbeiro, um inseto de hábitos noturnos. picada de um inseto vetor. Essas duas leishmaniose tem como vetor o mosquito palha, inseto pertencente saliva, no momento da sucção do sangue pelo inseto vetor. O homem é o principal hospedeiro definitivo e nele o parasita apresenta a forma adulta, reproduz-se sexuadamente.

Doença de Chagas – protozoário flagelado tripanossomo… Trypanosoma cruzi (transmitido por um vetor – inseto barbeiro).

  • Doença de Chagas (tripanossomíase americana)

Outros necessitam de três hospedeiros para completar o ciclo, sendo que a muda (transformação de um estágio para outro) ocorre no ambiente, após o desprendimento do parasita ingurgitado de sangue.

Algumas doenças causadas por parasitas ocorrem através de vetores, que são organismos que podem estar infectados com o parasita e que serão responsáveis por transmiti-lo ao hospedeiro final. Isso ocorre uma vez que essas condições favorecem a multiplicação dos parasitas e dos vetores e tornam o hospedeiro mais suscetível à infecção. ANTROPOZOONOSE Doença primária de animais, que pode ser transmitida ao homem, Exemplo: brucelose, na qual o homem é um hospedeiro acidental. VETOR BIOLÓGICO É quando além de ser transmitido, o parasito também se reproduz ou se desenvolve no vetor. DOENÇA METAXÊNICA Parte do ciclo de um parasito se realiza no vetor, ou seja, o vetor não só transporta, mas é elemento obrigatório para maturação e/ou multiplicação do agente. Controle biológico de vetores de doenças - parasitismoEx: Uso de Bacillus sphaericus contra Aedes aegypti 17 Parasitoidismo Grupos de animais que tem características fisiológicas de parasitas, mas que ao longo do desenvolvimento acabam matando seu hospedeiro. Parasitoidismo Por seu potencial em regular a população dos hospedeiros pode ser usado em programas de controle biológico de pragas agrícolas e vetores de doenças no homem. Os principais grupos parasitos do homem: Protozoários, helmintos, artrópodes.

Malária – causada por plamódios … Plasmodium sp (transmitido pelo vetor – insetos do gênero Anopheles, mais conhecido como mosquito-prego).

  • AÇÃO DOS PARASITOS SOBRE OS HOSPEDEIROS
  • LISTA DAS PRINCIPAIS PARASITOSES HUMANAS
  • PRINCIPAIS VEÍCULOS DE TRANSMISSÃO DE DOENÇAS
  • ASCARIDÍASE

Tipos de hospedeiros: Definitivo: é aquele onde se desenvolvem as formas sexuadas do parasito (Taenia saginata – homem; Plasmodium falciparum – inseto Anopheles spp.)

Vetor: Todo o organismo que transmite um patógeno; a maioria dos vetores são artrópodes e também são parasitos (Culex sp.) Os ciclos direto e indireto se completam pela penetração ativa das larvas L3 na pele ou mucosa oral, esofágica ou gástrica do hospedeiro. Artrópodes de importância médicaDiptera vetores de vírus, bactérias, protozoários e helmintos HOLOMETÁBOLOS larvas aquáticas ou terrestres imago: inseto adulto, alado 23 Anofelinos desenvolvimento em diferentes tipos de coleções de água - salobra, doce adulto: hábitos noturnos ou crepusculares ciclo esporogônico completo de Plasmodium vetores mais importantes da malária no Brasil: An. Principais Grupos de Protozoários e Metazoários em que há Parasitos do Homem ou seus VetoresProf. 7 anos atrás Parasita humano inseto aegypti malaria febre transmissão da infecção, as medidas de controle são dirigidas ao combate do vetor e ao Fonte: ATLAS dos vetores da Doença de Chagas nas Américas - Vol II Controle Químico: São elas: Malária: é uma doença infecciosa, febril, causada pelo parasita do gênero Plasmodium, transmitido ao homem por mosquitos infectados do gênero Anopheles.

A questão vetor x hospedeiro

Doença de Chagas: causada por protozoários do gênero Trypanosoma, que parasitam o sangue e os tecidos de pessoas e animais, geralmente transmitidos de um hospedeiro a outro por insetos.

Transmissão Sua transmissão ocorre pela picada do mosquito vetor, que transmite o parasita causador da doença de pessoa a pessoa. O vetor da malária é o mosquito-prego, inseto do gênero Anopheles. O parasito, o hospedeiro e o meio ambiente são três fatores primordiais ambiente, os cistos podem ser novamente ingeridos pelo hospedeiro, completando vetores nome masculino plural de vetor 1. Os principais vetores conhecidos são os artrópodes, mais especificamente os mosquitos. O vetor se contamina quando pica (para se alimentar) um hospedeiro contaminado com um micro-organismo produtor de doença. Saiba mais MALÁRIA Doença causada pela infecção dos glóbulos vermelhos humanos por quatro espécies do parasita unicelular Plasmodium: Plasmodium vivax, Plasmodium ovale, Plasmodium malarie e Plasmodium falciparum. Termo muito usado para hospedeiros invertebrados, principalmente artrópodos hematófagos, que transferem parasitas do sangue de um hospedeiro a outro, é o de vetor.

Principais vetores e doenças que transmitem

É um dos principais vetores da Rickettsia rickettsi, agente etiológico da febre maculosa de São Paulo, Minas Gerais e Estado do Rio de Janeiro.

O agente causador é um protozoário, o Tripanossoma cruzi, e o vetor é um inseto triatomíneo que originalmente vive em palmeiras, como a de Açaí, em regiões de floresta nativa. Como escrevi acima, o vetor é um inseto da classe dos Triatomíneos, o mais conhecido é o Rhodnius prolixus (o Barbeiro). Na corrente sanguíneo do hospedeiro, o parasita invade células musculares ou é fagocitado, no ambiente intracelular assume a forma Amastigota (que evade dos fagolisossomos e consegue se multiplicar). Tratamento, Controle e Prevenção O tratamento mais agressivo ao parasita pode ser feito na fase aguda, se confirmado o diagnóstico. No entanto, em muitos casos, temos a presença de vetores, isto é, insetos que transportam os agentes infecciosos de um hospedeiro parasitado a outro, até então sadio (não-infectado). Meio ambiente Meio ambiente é o espaço constituído pelos fatores físicos, químicos e biológicos, por cujo intermédio são influenciados o parasito e o hospedeiro. Pode causar dermatites alérgicas, verminoses (Dipylidium caninum), anemia, estresse e viroses (pulga atua como vetor). É recomendado procurar o médico pois as pulgas como agentes vetores podem estar contaminadas por algum micro-organismo e transmiti-lo ao homem ou animais domésticos. Esses índices refletem a efetividade dos programas de combate ao vetor e maior controle do sangue e hemoderivados, através de uma rigorosa triagem clínica e da doação voluntária de sangue.

Apresentação em tema: “Principais Grupos de Protozoários e Metazoários em que há Parasitos do Homem ou seus Vetores Prof. Ricardo Laino.“— Transcrição da apresentação:

A transmissão do T. cruzi por via oral é comum entre animais (mamíferos), no ciclo primitivo deste parasito, por meio da ingesta de vetores e reservatórios infectados.

Para tanto, vou explicar um pouco dos aspectos epidemiológicos, do ciclo de vida do parasita agente e seu vetor transmissor, como é o quadro clínico e a Fisiopatologia da doença. Porém, há outros parasitas, chamados heteroxênicos (heteróxenos) que precisam de mais de um hospedeiro para completarem seus ciclos de vida. O agente biológico que transporta o parasita até o hospedeiro chama-se vetor. O plasmódio da malária, por exemplo, é veiculado por um mosquito do gênero Anopheles (mosquito-prego), o vetor desse parasita.